Dia de Campo da Agroecologia é realizado em Santa Rosa


A família de Rosane de Oliveira e Robson Hübner abriu sua propriedade no Rincão dos Souza, interior de Santa Rosa, para receber interessados em conhecer tecnologias e formas de manejo em um sistema de produção orgânica, durante o Dia de Campo da Agroecologia, nesta terça-feira (05/12). Participaram agricultores e extensionistas da Emater/RS-Ascar de diferentes pontos da região, bem como entidades parceiras como a Prefeitura de Santa Rosa, Arede e Rede Ecovida de Agroecologia. 
O assistente técnico regional (ATR) da Emater/RS-Ascar, Gilmar Francisco Vione, explica que o Dia de Campo é uma das atividades coletivas da Chamada Pública da Agroecologia, programa com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário, executado pela Emater/RS-Ascar. Na Fronteira Noroeste e Missões, foram 385 famílias inseridas no programa, sendo que, só em Santa Rosa, 25 famílias foram beneficiadas e receberam assistência técnica de forma continuada e gratuita, com a intenção de estabelecer a transição e a consolidação de sistemas de produção de base agroecológica, ou seja, produção orgânica, com mais saúde para os produtores e para os consumidores, bem como a possibilidade de acessar novos mercados, com mais geração de renda.
Os participantes foram saudados e recebidos pelo gerente regional da Emater/RS-Ascar, Ademir Renato Nedel, pelo coordenador da Rede Ecovida de Agroecologia, Ademir Amaral, pelo diretor da Secretaria Municipal da Agricultura Elemar da Rosa, bem como pela família anfitriã e pela equipe municipal da Emater/RS-Ascar.
A família anfitriã se destaca pelo contexto de consolidação da produção orgânica, com produção de autoconsumo e geração de renda, possuindo um espaço já tradicional no mercado público. Para qualificar a administração da propriedade e atingir metas futuras, a família está inserida no Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, e executado pela Emater/RS-Ascar.
 
As estações
As Plantas Bioativas, dispostas em formato de relógio do corpo humano, compuseram uma das estações visitadas pelo grupo participante. A extensionista social, Ivânia Polaczinski, explicou o funcionamento da proposta e a importância da fitoterapia, na promoção da saúde.
A Certificação Orgânica Participativa foi o tema abordado na estação conduzida pelo coordenador da Rede Ecovida de Agroecologia, Ademir Amaral, que explicou os critérios, a forma de validação e o passo-a-passo para conquistar o certificado de conformidade orgânica dos alimentos.
A Produção Agroecológica de Alimentos para Autoconsumo foi o tema abordado pela assistente técnica regional da Emater/RS-Ascar, Vanessa Gnoatto, em outra estação, que contou também com a presença da agricultora Rosane de Oliveira. Uma mostra da expressiva diversidade de curcubitáceas, sementes, hortaliças e frutas produzidas na propriedade chamou a atenção no espaço. "Não queremos grandes volumes de produção, queremos diversidade. Nossa intenção é ser autossuficientes, produzindo nossas próprias mudas, sementes, insumos. Chegamos a 80% de sementes e mudas próprias e queremos avançar", comentou Rosane.
Insumos agroecológicos na produção de hortaliças e frutas foi o tema conduzido pelo ATR, Gilmar Vione, e pelo engenheiro agrônomo do escritório municipal de Santa Rosa, Claudemir Ames. Algumas propostas como óleo de neem, pó de rocha, calda bordalesa, calda sulfocálcica, ácidos orgânicos, microorganismos eficientes, biofertilizantes, homeopatia e o adubo Bokashi foram apresentadas.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Santa Rosa

Aplicativo

Para instalar no Android, ative a opção para instalação de aplicativos de fontes desconhecidas.

Os aplicativos são disponibilizados por CICLANOHOST


Facebook


Twitter